delivery-de-pizza

Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos

Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos 1

Tempo de leitura: 20 min.

O delivery de comida atualmente é um dos serviços mais utilizados pelos brasileiros em todo o país – o alto nível de praticidade, tal como a variedade e os preços baixos são fatores que levam as pessoas a colocar de lado todo o trabalho da comida caseira e pedir uma comida por aplicativo, como por exemplo, um delivery de pizza.

Principalmente neste momento delicado, tendo em vista a pandemia mundial, no qual as pessoas não podem se aglomerar, os restaurantes e outros comércios de comida têm sofrido com a redução da clientela, muitos viram a solução na transformação de seu empreendimento para algo mais voltado ao delivery, com atendimento on-line de qualidade.

Até mesmo antes da pandemia, a onda dos delivery online já tinha começado – muitos restaurantes eram preteridos pelos clientes por não disporem de opção para encomenda on-line. Então, por isso a maior parte dos estabelecimentos passaram a aderir o fluxo mercadológico, seja entrando em plataformas já prontas de delivery de alimento, seja criando sua própria plataforma, ou mesmo realizando automação das redes sociais para conseguir incluir o atendimento on-line e o delivery em seu estabelecimento, tudo para não serem ultrapassados pela roda do mercado.

Os estabelecimentos que não acompanham as novidades e não se atualizam junto às tecnologias tendem a ficar obsoletos e serem substituídos por outros mais novos e mais inovadores. A demanda da população é por métodos cada vez mais rápidos e práticos, com menos etapas — e o que determina quais empresas vão fazer sucesso entre as massas e quais estão fadadas ao fracasso é justamente a demanda popular.

Existem diversas opções para os estabelecimentos que desejam entrar na nova era digital e se atualizarem, é possível entrar em plataformas já consagradas, porém existe um custo para aderir o sistema, há como desenvolver seu próprio aplicativo de delivery e deixá-lo com o jeitinho do seu empreendimento, e também é possível automatizar suas redes sociais para permitir que os pedidos sejam retirados nela – este último formato é muito utilizado por empreendimentos que desejam manter o contato próximo com o cliente.

O sucesso da pizza no Brasil

delivery de pizza
#PraCegoVer: foto de uma pizza em cima da mesa, com uma mão pegando uma fatia. Imagem para o artigo: Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos

Para focar melhor as dicas deste artigo, vamos nos direcionar às pizzarias – ramo que é um grande sucesso alimentício no país. Para se ter uma ideia do tamanho do sucesso que a iguaria faz em território nacional, o Brasil (e não a Itália) é o país que mais consome pizza em todo o mundo.

Já se tornou uma espécie de tradição entre os brasileiros fazer o pedido de pizza no final de semana, ou curtir uma pizza entre os amigos – por tal motivo este é um empreendimento que, se tratado da maneira adequada, dificilmente fracassará – se trata de um produto já muito querido na mesa dos brasileiros.

Desde que foi trazida ao Brasil por imigrantes italianos, a pizza faz parte da tradição brasileira tanto quanto faz parte da tradição italiana. A média é a de que, em todo o país, mais de um milhão de pizzas são produzidas por dia.

Para se ter uma noção, a cidade de São Paulo é a segunda maior cidade consumidora de pizza do mundo, perdendo apenas para Nova York, por uma questão de proporcionalidade, segundo a notícia publicada no G1.

Só o estado de São Paulo consome metade da produção de pizza nacional, o que comprova os dados a respeito da tradicionalidade do prato em terras brasileiras.

Considerando o grande sucesso do prato em território nacional, a pizzaria é um investimento e tanto a ser realizado – no entanto, pela grande concorrência, também se trata de um empreendimento que deve ser atualizado e estar de acordo com as demandas do mercado, para não se tornar obsoleto e ser esquecido pelo público.

Com a onda tecnológica dos últimos anos, as pizzarias tiveram que se inserir em sites e aplicativos para continuarem sendo relevantes no cenário alimentício. 

Portanto, tornar a sua pizzaria atualizada na era digital é imprescindível para manter a lucratividade do seu empreendimento.

O crescimento do delivery de comida no país

O desenvolvimento da tecnologia tem aberto as asas dos empreendimentos durante os anos. No caso específico das pizzarias, os deliveries já eram realizados por pedidos pelo telefone – mas muitos problemas são decorrentes deste sistema: muitas pessoas erram no momento de informar o endereço, outras passam por problemas com o pagamento, e até pessoas de má fé, passam trotes, fazendo pedidos para o endereço errado.

Com os apps de pedido de comida, hoje esses problemas diminuíram muito – os dados dos clientes são todos informados, grande parte dos pagamentos são feitos antes mesmo do pedido ser feito pelo restaurante e, caso haja algum problema de comunicação, este pode ser rapidamente resolvido pelos canais de contato do restaurante com o cliente.

Com os smartphones e o princípio da onda dos aplicativos, tudo se tornou mais fácil – os clientes têm contato com os restaurantes que desejam na palma da mão, e são capazes de fazer pedidos, elogios e reclamações com uma facilidade muito grande. Dessa forma o delivery de alimento foi crescendo e se tornando cada vez mais popular – a praticidade conquistou o coração da clientela e, aos poucos, os restaurantes que não ofereciam delivery foram se tornando obsoletos e perdendo dividendos.

Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos 2

Ocorre que, com eventos tais como a pandemia que tomou o mundo inteiro em 2020, mesmo os empreendimentos mais tradicionais tiveram que ceder à tecnologia. Com os bares e restaurantes se fechando em função das medidas de distanciamento social, o delivery foi o que manteve muitos dos estabelecimentos funcionando. Muitas empresas se fecharam no período da pandemia, as que se deram melhor foram as que souberam utilizar da tecnologia como uma aliada.

Durante este período conturbado o delivery de comida se desenvolveu como nunca, até mesmo o mercado que as pessoas faziam presencialmente, muitas passaram a optar por pedir por aplicativo, com medo das aglomerações que poderiam enfrentar.

As inovações dos restaurantes através da tecnologia

Através das décadas, muitas foram as inovações que a tecnologia fez no formato dos restaurantes, o advento do fast food é um exemplo disso pois se trata de um formato que revolucionou por completo a ideia que tínhamos dos restaurantes: a comida servida de forma rápida, o cliente faz o pedido no balcão e pega no balcão – muitos locais tiveram que se adequar para se tornarem competitivos o bastante depois que os fast foods passaram a conquistar toda a clientela. Os restaurantes passaram a arrumar formas de se tornarem mais ágeis, mais rápidos e mais práticos – tudo para manter a posição no mercado.

Com os primeiros avanços da tecnologia, painéis eletrônicos com senhas foram incorporados aos restaurantes, propagandas na televisão passaram a ser muito comuns, além do delivery por telefone ser incorporado à praticidade necessária aos novos tempos. Quem não se atualiza com a tecnologia, desde sempre, é deixado para o esquecimento.

Então os restaurantes foram se reformulando e se atualizando para cada vez mais preencher as necessidades de sua clientela – cada vez mais faminta por praticidade e rapidez nas demandas, pois conforme a tecnologia crescia as demandas por agilidade cresciam junto. A comunicação com o cliente também foi algo que foi crescendo passo a passo até se tornar o que é hoje.

Nos dias de hoje, vemos nos restaurantes pedidos que são retirados por tablets, os placares eletrônicos que indicam senhas múltiplas, as preparações de comida estão cada vez mais rápidas – e isso falando apenas das demandas físicas. Com o delivery se tornando parte essencial, os aplicativos foram uma forma sensacional de fazer crescer os pedidos. Os clientes se sentem seguros em realizar os pedidos e a praticidade é infinitamente maior.

Outro aspecto ótimo sobre o uso dos aplicativos é que eles permitem aos restaurantes imprimir sua própria identidade visual no App – fazendo com que as pessoas se lembrem do empreendimento. Sem contar a facilidade que o cliente tem em acompanhar todas as etapas do pedido e preparação através destes apps, podendo mensurar perfeitamente o tempo que o alimento pode demorar até chegar em sua residência.

Veja também aqui no nosso blog 5 formas de divulgar sua pizzaria para ter sucesso.

A integração com a tecnologia

Para atualizar o seu estabelecimento às tecnologias atuais, não é necessário contratar um especialista em T.I. em tempo integral, a tecnologia está ao alcance dos estabelecimentos de forma muito mais facilitada do que se imagina. Há empresas hoje em dia que realizam esta espécie de consultoria e podem fazer do seu negócio um empreendimento tecnologicamente atualizado do dia para a noite.

Há diversas opções para quem deseja se atualizar: é possível entrar em plataformas já conhecidas, dividindo parte do lucro com a plataforma. É possível também criar o próprio app e dar uma cara para o seu estabelecimento, permitindo aos clientes escolher tudo sobre o que desejam pedir: desde a borda da pizza, até o recheio, o tamanho e o acompanhamento, e depois permitindo-o acompanhar a realização do seu pedido, até a chegada do alimento na sua casa.

Outra possibilidade muito utilizada é a de adaptar suas plataformas digitais para receber os pedidos dos clientes – esta opção é muito mais prática, uma vez que os clientes não precisam baixar mais um app para fazer o pedido e o empreendedor também não precisará pagar altas taxas para nenhuma plataforma externa. Vamos ver mais a fundo uma a uma destas opções a seguir:

aumentar vendas whatsapp

A possibilidade de entrar para plataformas de delivery de pizza

delivery de pizza
#PraCegoVer: foto de uma pizza em cima da mesa, pronta para ser embalada na caixa. Imagem para o artigo: Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos

Em geral, plataformas de delivery de alimentos conhecidas pelo mercado funcionam da seguinte forma: o dono do restaurante faz um cadastro para participar e tem seu negócio listado para todas as pessoas que pesquisam aquele tipo de comida em específico nas redondezas. O sistema funciona a partir de uma noção espacial complexa, para pessoas que ficam longe do estabelecimento, a opção de pedir pelo aplicativo nem é oferecida.

Para que seu estabelecimento seja exposto nestes serviços de entrega, uma taxa é paga mensalmente, a partir de uma porcentagem do ganho do alimento solicitado. Esta taxa não costuma ter valores muito baixos, motivo pelo qual muitos restaurantes acabam por não entrar nestas plataformas. Elas oferecem o serviço de delivery, mas a cobrança para estar na plataforma por vezes não compensa, a depender da plataforma.

Para fazer parte destas plataformas no entanto, é muito fácil: em geral nos próprios aplicativos há abas que realizam a inclusão de novos restaurantes – o restaurante interessado deve preencher um formulário disponibilizado pela plataforma que o interesse, o app então analisará as informações e entrará em contato para fechar um contrato com o restaurante, estabelecendo as taxas e normas. 

A possibilidade de criação de aplicativo próprio

Uma forma um pouco mais criativa de acompanhar os novos tempos é a criação de um aplicativo próprio para o seu empreendimento. Se trata de um investimento que com certeza compensa a médio e longo prazo, uma vez que é possível dar uma cara para o seu estabelecimento e não é necessário pagar taxas a ninguém – tendo apenas o investimento inicial da confecção do aplicativo, que deve ser feita por empresa séria e confiável que consiga deixar o aplicativo com uma identidade visual que pode ser trabalhada no app.

Um grande benefício desta opção é que não tem riscos de o cliente ver produtos de outro delivery e acabar trocando de estabelecimento, tal como acontece nas grandes plataformas onde muitas empresas se cadastram, fidelizando a clientela. Uma vez que o cliente tem o aplicativo, a preferência pelo estabelecimento é consagrada.

Sem contar que através de um aplicativo próprio torna-se muito facilitada a realização do pedido através do cardápio no aplicativo, em que vão ser mostradas cada etapa para a construção da pizza, desde a escolha do recheio da borda até os sabores da pizza.

O inconveniente deste método, no entanto, não está no valor a ser pago para a confecção, mas sim na necessidade de o cliente baixar o app. Por mais simples que pareça o mero download, ele pode ser um grande inconveniente para o cliente – tanto pelo espaço no celular, quanto pela internet necessária. Muitos clientes desistiriam de fazer o pedido se baixar o aplicativo do estabelecimento fosse estritamente necessário.

Pensando desta forma, há uma alternativa ainda mais prática que foi pensada não há muito tempo, mas que já faz muito sucesso entre os empreendimentos: a automação das redes sociais.

A automação das redes sociais para atendimento de delivery

Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos 3
#PraCegoVer: foto da tela de um computador mostrando um bate-papo em uma rede social. Imagem para o artigo: Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos

Ter um sistema de atendimento automatizado pode ser a solução mais prática de todas, uma vez que o sistema se propõe a atender os clientes direto pelas redes sociais, enviar o cardápio digital (semelhante ao cardápio de um aplicativo) e finalizar o pedido. Pela própria rede social solicitada o cliente pode acompanhar todo o processo do pedido, desde a realização até a entrega em sua casa, podendo mensurar adequadamente o tempo.

A principal diferença entre o app e o sistema é não ter a necessidade de o cliente baixar no celular mais um aplicativo, ele entra em contato com o delivery através das redes sociais mais populares, como WhatsApp e Facebook. Dessa forma, o cliente já tem a rede social necessária instalada no celular e não se verá precisando baixar mais uma, consumindo a memória de seu aparelho ou mesmo sua internet.

Este método também tem o benefício de a empresa não ter de pagar taxas abusivas a aplicativos específicos, tendo somente que contratar uma empresa de segurança para realizar a automatização das redes sociais de forma que as redes sociais de seu empreendimento consigam atender a todo o público sem muitas complicações, tomando os pedidos perfeitamente, sem a possibilidade de erros humanos.

Além disso, por se tratar de redes sociais, é possível dar a sua pizzaria ou restaurante uma identidade visual, da mesma forma que é possível através do aplicativo. Basta conseguir um layout que crie um visual para o seu estabelecimento que seja memorável para a clientela e pronto, integre-o às redes sociais de seu negócio. Após a automatização das redes sociais, o crescimento de sua clientela com certeza será a consequência. A praticidade deste método é de longe a mais adequada para estabelecimentos de pequeno e médio porte, uma vez que evita os entraves dos métodos comentados anteriormente.

O conforto e a praticidade dos clientes

Para o cliente é muito importante comprar de uma plataforma que traga segurança, que seja ágil e que seja prática – ou seja, que não exija muito esforço na hora de solicitar o delivery. Implementar um sistema para delivery de pizza pode significar investir, também, no conforto e na praticidade de todos os seus clientes. Com um app, dá para pedir comidas e bebidas a qualquer momento do dia e da noite com poucos cliques, rapidamente. Com o uso desses apps os clientes podem fazer pedidos sem precisar fazer ligações e muito menos sair de casa. Além de tudo isso, o uso de ferramentas assim também está atrelado a economia de tempo que tantas pessoas precisam.

Para criar soluções para o seu empreendimento, é necessário olhar a partir do ponto de vista da clientela, identificar seus entraves e verificar como responder a isto. Pesquisas indicam, por exemplo, que a grande maioria do público não gosta de falar ao telefone, preferem digitar ou clicar para selecionar os produtos que desejam. Desta forma, os aplicativos e automações se tornam melhores escolhas para os empreendimentos.

Outro aspecto que se deve observar é a automação de processos que pode agilizar muitos dos recursos internos de qualquer empreendimento – facilitando a retirada de pedidos e provendo rapidez às entregas do serviço de delivery.

Conforto, praticidade e rapidez são os principais aspectos que o consumidor busca em um delivery de comida, portanto, é importante que ao escolher o método de atendimento da clientela o empreendedor pense como um cliente: o que é mais prático? O que facilitaria mais? O que provê de mais segurança? Como a entrega poderia ser mais rapidamente feita? Os negócios de maior sucesso são os que pensam do ponto de vista do cliente e fazem um atendimento pessoal e empático.

O aumento da base de consumidores e o sucesso negocial

Para conseguir o aumento da base de consumidores e o consequente sucesso negocial, também é essencial a escolha do método de venda adequado. Com o sistema para delivery de pizza, tanto o por aplicativo próprio, como no esquema de automação de redes sociais, é possível fazer o marketing mobile.

Essa técnica se trata de comunicar novidades, descontos e promoções para os clientes, ajudando assim na fidelização da clientela. Tudo por meio de mensagens de celular – ou seja, é ainda mais fácil de se realizar quando se faz a venda através da automação de redes sociais. Com isso, fica mais simples aumentar a sua base de clientes e conseguir fidelizá-los.

Através da comunicação constante das redes sociais, os negócios de sucesso têm cada vez mais entrado em contato com os clientes para fins de realização de marketing digital – dessa forma, muitos lugares conseguem fidelizar os clientes.

Para os estabelecimentos que desejam realizar o marketing digital, fazer as vendas através da automação de redes sociais é o ideal, uma vez que todo o processo é feito através das mesmas plataformas – com apps que todo mundo usa, e que os clientes não terão que baixar somente para ter aquele determinado acesso.

Conclusão

delivery de pizza
#PraCegoVer: foto de uma pizza em cima da mesa, com várias mãos pegando uma fatia cada. Imagem para o artigo: Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos

Com a realização adequada do delivery de pizza, qualquer negócio com esse produto pode decolar. Já sabemos o quanto o brasileiro é apaixonado por pizza, portanto, qualquer negócio que ofereça praticidade e segurança pode ter muito sucesso – desde que seja competitivo no mercado.

Também é importante lembrar que esta competitividade muito se deve ao acompanhamento das tecnologias de delivery, e que os estabelecimentos devem verificar qual técnica é mais adequada ao seu tipo de negócio – considerando que a automatização de suas redes sociais pode ser a alternativa mais prática e menos custosa para as pizzarias de todo o país, promovendo a proximidade com o cliente e a praticidade de realizar o pedido em um aplicativo que já tem em quase todo celular.

  • Conheça melhor as plataformas de automação do Anota AI para o seu delivery de pizza.
  • Confira também no vídeo abaixo como aumentar a produtividade da pizzaria.

5/5 - (1 vote)

Anota AI

A Anota AI é uma empresa brasileira fundada em 2018, atuante no ramo de automatização e especializada em atendentes virtuais para restaurantes. A plataforma está presente em todos os estados brasileiros, sendo utilizada por donos e donas de restaurantes, pizzarias, hamburguerias, açaíterias, lancherias, cafeterias, empresas de sushi, marmitex, bebidas, salgados e doces. Acesse o nosso site para conhecer o nosso sistema! :)

2 thoughts to “Delivery de pizza: como funcionam os aplicativos”

    1. Olá, Bianca! As formas de pagamento para contratar o sistema são boleto bancário ou cartão. Se você já tem um delivery de comida, acessa o nosso site e preenche o formulário para a gente entrar em contato e explicar os nossos serviços. 😄

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *