contaminação cruzada

Contaminação cruzada: o que é e como evitá-la

Saber o que é contaminação cruzada é essencial para quem trabalha dentro do ramo alimentício. Até porque isso ajuda a evitar processos, o que, em muitos casos, pode levar à falência. Além disso, apenas para garantir a saúde dos seus clientes e o bom preparo dos alimentos, esse conhecimento é básico.

Contudo, muitos empreendedores nunca nem mesmo ouviram falar sobre esse tema, o que é preocupante. Isso porque ele pode ser um verdadeiro problema para quem está trabalhando nesse setor do mercado. Até porque, até mesmo mortes podem ser originadas por conta desse tipo de contaminação.

De toda forma, estamos aqui para esclarecer as principais dúvidas em relação ao tema. Em nosso artigo, você verá que algumas práticas básicas já são o suficiente para evitar problemas em relação às contaminações.

Confira o texto para descobrir o que é e como evitar a contaminação cruzada em alimentos.

O que é e como acontece a contaminação cruzada?

Antes de ensinar como evitar, precisamos entender melhor o que é a contaminação cruzada. Basicamente estamos falando sobre a transferência de algo contaminado para um alimento. Seja por meio dos funcionários, de outros alimentos ou dos equipamentos, isso é muito comum de acontecer em todo o país.

Em muitos casos, isso é causado pela higiene feita de maneira errada sobre o alimento. Porém, pode ser que o cozinheiro estivesse com as mãos sujas, por exemplo, o que também gera a contaminação. Enfim, até mesmo os equipamentos, quando não higienizados, podem ser os responsáveis por isso.

Em todo caso, é muito importante estar atento a essas questões, pois elas podem ser o início do fim do seu restaurante. Isso porque, temos que respeitar algumas leis quando falamos sobre o funcionamento de empresas do ramo. E algumas delas são voltadas justamente para garantir que comidas não se contaminem.

De toda forma, entenda que a situação é séria, e que pode gerar processos contra sua empresa. Isso porque, segundo a ONU, cerca de 420 mil mortes são causadas, todos os anos, por conta de contaminações do tipo. E, como você sabe, esse tipo de situação gera processo para o restaurante responsável.

Quais os tipos de contaminações que podem acontecer?

A contaminação pode surgir de uma conservação de alimentos feita de maneira errada ou de qualquer outra forma. É preciso ter muito cuidado com essa questão, pois são muitos os aspectos que podem prejudicar um restaurante por isso. De toda forma, para evitar que elas aconteçam, é importante conhecer os tipos de contaminações que existem.

De toda forma, para evitar que isso aconteça, é preciso ter cuidados básicos com embalagens de marmitas, por exemplo. Nada de cor diferente do habitual deve ser utilizado pelo seu empreendimento, por questão de segurança. Isso é o básico a ser feito por qualquer empresa, independente do ramo em que atua.

Em todo caso, a seguir, vamos te apresentar três tipos de contaminantes, além dos dois tipos de contaminações existentes. Pode ser que essa classificação mude no futuro, porém, hoje é consenso que são classificadas dessa maneira.

Confira os tópicos a seguir para conhecer um pouco mais sobre as contaminações cruzadas alimentares:

Contaminante químico

contaminação química é aquela que é causada pelo uso de substâncias inadequadas no preparo dos alimentos. Porém, também pode ser de responsabilidade dos seus fornecedores, que usam agrotóxicos nos vegetais, por exemplo. Por esse motivo, é essencial ter alguns cuidados básicos na escolha dos seus parceiros.

Sempre procure saber a forma como eles produzem, e se isso realmente é saudável para o corpo. Pode ser que o preço seja menor que o da concorrência, porém, no fim, isso acaba te trazendo prejuízos. E vamos lembrar que isso pode acarretar no fechamento do seu estabelecimento, logo, atenção especial com esse aspecto.

Contaminante biológico

Os contaminantes biológicos são aqueles classificados como bactérias, fungos ou vírus, e são comuns nos alimentos. Isso porque, eles podem passar por meio dos seres humanos, conversando em cima da comida, por exemplo. Porém, o contato com superfícies também pode ser o suficiente para causar esse problema.

Contaminante físico

Esse é o tipo de contaminação mais fácil de ser evitada, afinal, está visível a olho nu. Os contaminantes físicos podem ser facilmente visualizados, como é o caso da terra no alface, por exemplo. Além disso, vidros em algumas comidas, insetos, entre outros tipos, também são enquadrados dentro dessa categoria.

De toda forma, cuidar do seu restaurante pode ajudar a evitar que esse tipo de contaminante se torne comum. Isso porque, em muitos casos, isso acontece justamente por conta do contato com superfícies sujas. Em todo caso, não deixe de sempre checar se não existe nenhuma sujeira visível nos alimentos.

Contaminação direta

A contaminação direta é comum, e acontece porque, em muitos casos, as pessoas não sabem que ela é possível. Isso porque, esse tipo de contaminação acontece quando um alimento já pronto entra em contato com um que ainda está cru. O simples contato entre um e outro já é o suficiente para causar problemas.

Contaminação indireta

Aqui, a contaminação é um pouco diferente, pois os alimentos ainda não estão totalmente prontos. Porém, alimentos pré-preparados são colocados em contato com pessoas, ou superfícies ou equipamentos que não estão higienizados. Por mais que ele volte ao fogo, pode ser que isso não seja o suficiente para proteger o seu cliente.

Como posso evitar a contaminação cruzada?

Existem algumas práticas que te ajudam a evitar a contaminação cruzada dentro do seu negócio. Lidar com os problemas na organização da cozinha, por exemplo, é uma boa forma de começar a lidar com tudo isso. Porém, existem outros pontos que auxiliam o seu restaurante a não enfrentar problemas em relação a isso.

As práticas podem ser não poucas, porém, são muito simples de serem implementadas. Ao incentivar os funcionários, por exemplo, é possível resolver essa questão mais facilmente. De toda forma, algumas das ações a serem tomadas para evitar contaminações, essas são as principais:

  • não juntar dois alimentos diferentes dentro do mesmo recipiente no momento de armazenar;
  • higienizar as mãos antes e depois de pegar em qualquer alimento, além de também lavar ao ter contato com lixos ou qualquer outro tipo de resíduo;
  • higienizar e sempre usar equipamentos que estejam limpos para cortar ou colocar alimentos em cima;
  • sempre limpar as mãos após precisar ter contato com o cliente ou com o seu dinheiro;
  • não usar a mesma tábua ou equipamentos para preparar alimentos diferentes sem higienizar antes.

Como você pode ver, os procedimentos se resumem a apenas lavar as mãos nos momentos corretos. Além disso, é claro, é preciso ter atenção especial com a limpeza dos equipamentos. De toda forma, ter tudo limpo sempre vai ajudar a deixar os seus clientes mais satisfeitos do que antes.

Como a gestão do delivery pode ajudar a evitar?

gestão do delivery também pode te ajudar a evitar a contaminação cruzada dentro do seu estabelecimento. Isso porque, um espaço desorganizado, torna-se mais propício para o surgimento de problemas do tipo. Isso acontece porque faz com que equipamentos estejam empilhados em local errado, o que pode transmitir bactérias, por exemplo.

Para isso, o mais recomendado é contar com um gerenciador de pedidos, que ajuda diretamente na gestão do negócio. Com isso, sua equipe consegue visualizar a sua demanda de maneira simples e precisa. Isso, consequentemente, influencia na organização da cozinha, da forma que dissemos ainda a pouco.

Além disso, um gerenciador também conta com um robô de atendimento, muito útil para sua empresa. Isso evita que alguém tenha que ter contato com o computador e depois volte a preparar a comida. Esse tipo de contato com equipamentos diferentes, como vimos em nosso artigo, pode ser a porta de entrada para alguma bactéria.

Sendo assim, esse tipo de serviço é capaz de fazer com que o seu negócio seja mais seguro do que antes. Por mais que muitos só enxerguem a praticidade na hora de organizar os pedidos, os benefícios vão muito além. Por esse motivo, é recomendado ter um gerenciador de pedidos para facilitar o seu serviço.

O que você viu até aqui?

Como você viu, a contaminação cruzada pode ser um problema muito grande para os restaurantes em geral. Por isso, é necessário contar com muita atenção e uma cozinha organizada, que te ajude a evitar isso. Além disso, não deixe de adotar algumas práticas que ajudam a diminuir as chances disso acontecer.

Como vimos, a organização de pedidos acaba influenciando diretamente no funcionamento da sua cozinha. E por isso, é essencial estar contando com as ferramentas certas para garantir que isso não se tornará um problema. E a boa notícia é que, pelo sistema Anota AI, você pode ter um gerenciador de pedidos para te ajudar com essa questão.

Tendo várias funcionalidades que ajudam a otimizar o seu funcionamento, essa é a sua oportunidade de mudar seu patamar. E para contar com esse serviço, conheça melhor o nosso software Anota AI para o seu negócio!

Quer automatizar o WhatsApp do seu delivery? Preencha o formulário:

Compartilhe o conteúdo nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *