Aprenda a calcular corretamente a taxa de entrega do seu delivery

O poder do frete é implacável. Valores muito altos podem assustar os consumidores e levar seu delivery a perder vendas. Você sabe o que precisa fazer para precificar as entregas do seu negócio? Algumas estratégias na hora de calcular a taxa de entrega podem te ajudar nisso. Vem que a gente te conta.

Você já deve ter percebido que o delivery se tornou um grande potencial para os restaurantes, mas encontrar o valor ideal para a taxa de entrega que não traga prejuízos para o negócio pode ser um grande desafio.

Acontece que valores muito altos podem assustar os consumidores e levar seu delivery a perder vendas 😱

E valores muito baixos podem te colocar em uma cilada de bico na hora de efetuar o pagamento aos entregadores, sejam eles terceirizados ou não.

Você sabe o que precisa ser feito para precificar o delivery do seu negócio? Algumas estratégias na hora de calcular o valor da taxa de entrega pode te ajudar nisso.

Pensando assim e para que você melhore sua entrega de comida, trouxemos algumas dicas que vão te ajudar a entender os principais pontos que devem ser levados em consideração na hora de planejar a taxa de entrega. Boa leitura! 

Desafio para os estabelecimentos 

Com a alta demanda do delivery e o crescimento de serviços prestados em casa, a logística precisou se reinventar para atender o mercado com alta qualidade.

O que impulsionou ainda mais esse crescimento foi a pandemia. Uma pesquisa realizada pela VR Benefícios mostra que 81% dos estabelecimentos comerciais do Brasil passaram a fazer delivery durante a pandemia e pretendem manter esse estilo de negócio no futuro.

Em termos de gestão logística, o custo de entrega é entendido como o gasto que é feito para realizar o movimento do produto do estabelecimento até o seu destino final. Isso serve para grandes entregas ou até mesmo um simples hambúrguer chegando na casa do cliente.

Se o planejamento for precário, o custo da taxa de entrega pode ser um risco para o negócio. Dependendo da logística que é empregada para realizar a entrega do produto, o gasto pode inviabilizar o negócio ou impedir o seu crescimento.

Automatize seu WhatsApp e tenha uma gestão completa dos seus pedidos

Tenha atendente virtual, cardápio digital e diversas funcionalidades para alavancar suas vendas. Não perca mais pedidos por falta de atendimento nas redes sociais. Faça o seu cadastro e teste a Anota AI por 7 dias grátis!

Tipos de entregas

Antes de vermos como calcular o custo da taxa de entrega, precisamos destacar que há diversas formas de realizar tal atividade, sendo importante notar que todas possuem suas vantagens e desvantagens.

Nem todo delivery trabalha com motoboys, por exemplo. Existem outras formas de locomoção para realizar entregas, por mais que algumas não sejam viáveis para determinados tipos de negócio.

Mas não se preocupe, ok? Vamos falar sobre cada um deles para que você entenda como funcionam. Confira aqui 👇 

Entrega com carro próprio

Possuir um carro próprio pode ser bom, pois assim não é necessário investir em um veículo específico para o seu negócio.

Porém, essa é a forma de transporte que mais consome combustível, além de requerer uma manutenção mais cara e estar sujeita a enfrentar tráfego com maior frequência.

Em todo caso, essa seria uma alternativa para ocasiões especiais, como os primeiros passos de um delivery recém aberto ou última opção na falta de outras mais econômicas.

Entrega com motoboy

Entregas através de motocicletas são muito ágeis e saem baratas, pois reduzem o custo de manutenção e o uso do combustível, que rende mais que o uso de um carro. Além disso, você pode contratar motoboys terceirizados ou mantê-los com vínculo empregatício, o que ajuda a diminuir também a taxa de entrega.

É muito mais fácil encontrar entregadores que possuam motocicletas do que entregadores com carro próprio.

Você sabe quais são as leis trabalhistas para motoboys? Temos um artigo especial.

Ao trabalhar com motoboys, vale a pena investir tempo na logística, sendo um ponto positivo para o seu estabelecimento, pois economiza tempo e dinheiro nas entregas.

Já tinha pensado nessa possibilidade? 🛵

Entrega com ciclista

Essa última alternativa de locomoção é conhecida pela sustentabilidade. Em grandes cidades, entregas de bike têm ganhado cada vez mais força. Elas podem facilmente driblar longas filas de trânsito cruzando carros e calçadas com facilidade.

O único problema é que a área de entrega fica limitada já que a bike leva mais tempo para alcançar localidades mais distantes. Dependendo da distância, é possível que não haja a possibilidade da entrega ser feita.

Porém, é sim uma ótima alternativa para lugares próximos.

Como calcular o custo da taxa de entrega?

Agora que você já conhece as principais formas de entrega, chegou a hora de saber como taxar elas.

Para calcular o custo da taxa de entrega e garantir um preço justo – que não prejudique sua rentabilidade e nem fique muito pesado para o consumidor –, você deve considerar diversos fatores. Confira os mais importantes:

Distância percorrida

Um dos principais elementos a serem levados em conta ao calcular a taxa de entrega é a distância que será percorrida no trajeto.

Uma das formas mais simples de calcular essa distância é utilizando o Google Maps (ou qualquer outro app de localização de sua preferência). Para isso, basta definir uma rota entre o local de saída (seu estabelecimento) e o destino da entrega (a residência do cliente).

Por exemplo:

de 1 km até 2 km = R$ 5,00
de 3 km até 5 km = R$ 8,00
de 5 km até 7 km = R$ 10,00

Você pode definir o valor de acordo com a quilometragem ou até mesmo estipular valores fixos por região, tudo levando em conta a distância que deverá ser percorrida.

Custo do combustível

Para entregas realizadas de bicicleta não precisamos fazer esse cálculo, mas no caso dos carros e das motocicletas, é necessário saber quanto o veículo consome de combustível; em outras palavras, quanto ele faz por litro.

Para fazer esse cálculo, após realizar uma entrega, você deve zerar o hodômetro, abastecer o veículo e anotar quantos quilômetros ele rodou até precisar ser reabastecido. Depois, multiplique o valor por litro pela distância de cada local de entrega para ter o custo médio de combustível por viagem.

Como isso varia até mesmo entre veículos de mesma categoria, você precisará descobrir o gasto médio do seu. Mas fique tranquilo que o processo é bem simples, e vai te ajudar a não ter prejuízo nas entregas.

Gasto com funcionários

A menos que você faça suas próprias entregas, você precisará contratar funcionários para fazê-las. Dessa forma, para calcular o custo da taxa de entrega, levar em conta o custo anual desses funcionários é essencial.

O pagamento é composto por itens como:

  • salário;
  • benefícios;
  • férias;
  • décimo terceiro;
  • encargos fiscais.

Contratação de Seguro

Contratar um seguro é fundamental tanto para o veículo quanto para o funcionário. É ele que vai garantir a cobertura em casos de acidentes, assaltos ou qualquer outra eventualidade.

É melhor pensar em imprevistos agora para não ter problemas no futuro! 

Temos um post especial para abordar imprevistos no delivery 🤩

Despesas do veículo

Se o veículo utilizado nas entregas for de sua propriedade, seja carro, moto ou bicicleta, você também deve considerar seus custos, já que até mesmo bicicletas precisam de manutenções periódicas. Além disso, carros e motos ainda possuem despesas de seguro, impostos e documentação.

Se o veículo não for seu, o funcionário do seu delivery certamente vai incluir essas despesas no salário dele, então vale a pena colocar na ponta do lápis qual a opção mais vantajosa para os dois lados! 

Taxa de entrega grátis?

O queridinho dos consumidores.

Há quem prefira pagar mais por um produto se isso significa que a taxa de entrega estará zerada. Existem até memes sobre esse assunto circulando pela internet. Olha só:


É fato conhecido que oferecer frete grátis é um grande diferencial para qualquer tipo de negócio. Muitas vezes a gratuidade contribui para aumentar as vendas, além de atrair e fidelizar novos clientes. 

Se você pretende investir nessa estratégia, certifique-se de que essa cortesia não vai gerar prejuízo. A última coisa que você quer é comprometer a rentabilidade do seu negócio. A nossa dica é: 

  • estabeleça um preço de pedido mínimo para compensar, pois não há taxa de entrega;
  • delimite a região, mas não muito, pois seu cliente pode ficar bravo com isso;
  • coloque margens maiores em seus produtos para compensar (como feito no meme acima);
  • distribua o custo médio das entregas no preço dos produtos, assim ele fica menos perceptível. 

Tenho um segredo pra você: a tecnologia é uma grande aliada na sua gestão de entregas. 👀

Entrega de qualidade, sistema campeão

Sugerimos que você contrate um sistema que auxilie no planejamento de rotas mais eficazes, diminuindo o tempo de entrega e os gastos com combustível e manutenção.

Esse investimento vai resultar em uma grande economia para a operação, além de ser uma ótima opção para quem quer fazer o delivery crescer!

O sistema de logística não vai apenas criar rotas, mas vai te ajudar a fazer todo gerenciamento do processo de locomoção. E se você quiser gerenciar o processo de venda, a Anota AI permite que você acompanhe o status dos seus pedidos de uma forma rápida e automatizada. 

Atendimento por chatbot com inteligência artificial (tecnologia de ponta) não é algo que você encontra em qualquer lugar. Chega de ficar sofrendo pela quantidade de pedidos perdidos, beleza?

Nosso robozinho trabalha 24h por dia, 7 dias na semana sem pedir aumento e férias 😛. Ele também notifica seu cliente sobre tudo, incluindo status da entrega, avaliações sobre o atendimento e muito mais! 

E aí? Ficou claro como calcular a taxa de entrega do seu delivery?

Agora que você já conhece os principais elementos que compõem esse cálculo, fica mais fácil entender como calcular o custo da taxa de entrega do seu delivery, não é mesmo?

Como você pode perceber, são vários os fatores que devem ser levados em conta, e é importante estar atento para garantir um preço justo, tanto para quem vende, quanto para quem consome.

Estamos aqui para te ajudar no que for preciso 🤖

Compartilhe o conteúdo nas redes sociais:

3 respostas

  1. O meu delivery é pequeno, tenho uma açaiteria aqui em Campinas, tem como alguém entrar em contato comigo para saber mais?

    1. Olá, Fátima! Se você tem um delivery de comida e deseja receber informações, como planos e valores, preencha o formulário em nosso site. A nossa equipe vai entrar em contato para explicar nossos serviços. 😄

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer automatizar o Whatsapp do seu delivery?

Cadastre-se agora no formulário

Funcionalidades da Anota AI

Histórias de Sucesso

Teste a Anota AI sem pagar nada

Faça o seu cadastro para testar a Anota AI!