Projeto Compostar: saiba mais sobre o descarte correto de resíduos orgânicos

Conheça a Projeto Compostar, uma empresa que traz soluções sustentáveis para o seu delivery!

A atenção com nosso meio ambiente é tão relevante quanto nunca, já que o impacto dos aterros sanitários é amplamente discutido nas escolas e nas mídias. Pensando aproveitar o lixo orgânico produzido em sua casa ou até em empresas, surge o Projeto Compostar.

Preparamos esse conteúdo para te explicar sobre esse projeto tão relevante que funciona no Distrito Federal e como atitudes simples podem começar o processo de mudança em nossa sociedade.

Entenda abaixo como funciona a compostagem, o que é o Projeto Compostar, como ele funciona e várias informações importantes sobre esse assunto, diminuindo seu impacto negativo no meio ambiente:

O que é e como funciona a compostagem?

compostagem é um processo onde os resíduos sólidos e orgânicos produzidos pelas pessoas passam por um tratamento para que sejam reaproveitados e transformados em adubos naturais. O resultado final é chamado de húmus e funciona como um poderoso fertilizante para usar em cultivos.

Esse processo acontece de forma biológica, natural e de maneira segura para o meio ambiente, onde decompõe as matérias orgânicas através dos próprios microrganismos da natureza, degradando esses materiais de origem animal ou vegetal corretamente, resultando em compostos orgânicos.

A técnica de compostagem é considerada uma forma de desenvolvimento sustentável de nosso meio ambiente e segue as recomendações da legislação PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos).

Automatize o atendimento do seu delivery

Automatize o WhatsApp do seu delivery com a Anota AI, tenha atendente virtual, cardápio digital e diversas funcionalidades para alavancar suas vendas. Não perca mais pedidos por falta de atendimento. Faça o seu cadastro e teste a Anota AI por 7 dias grátis!

O que é o Projeto Compostar?

Projeto Compostar foi criado no Distrito Federal em 2017 por um engenheiro civil chamado Lucas Moya, tendo o objetivo de mudar a forma como o lixo orgânico é tratado no Brasil, principalmente considerando que Brasília possui o segundo maior lixão do mundo, onde os materiais não recebem o melhor tipo de tratamento.

Seu sócio-fundador resolveu transformar esse problema socioambiental em uma maneira de produzir adubo natural, conscientizando as pessoas sobre o assunto, facilitando o processo em residências, escritórios e restaurantes, através desse projeto que realiza as coletas e dá “prêmios” mensais.

A missão do Projeto Compostar é tornar a gestão de resíduos uma realidade simples, buscando ser referência na área e aproveitar os recursos gerados para beneficiar a agricultura local através dessa produção de compostos orgânicos, que podem fertilizar plantações de maneira ecológica.

Com essa iniciativa, a empresa atende mais de 500 residências e já redirecionou mais de 3 mil toneladas de resíduos que seriam enviados a aterros sanitários.

Quais são os benefícios de participar do Projeto Compostar?

Os benefícios em participar do Projeto Compostar estão ligados diretamente ao meio ambiente, já que essa forma de descarte de materiais orgânicos é considerada a maneira ambientalmente mais correta e segura de lidar com esse tipo de lixo.

Assim, é possível reduzir em até 50% a produção de lixo em residências, reduz o uso dos aterros sanitários, ajuda a diminuir a poluição do solo, do ar e da água, produzindo um material orgânico rico que atende outros objetivos.

Além de contribuir com a preservação do meio ambiente, os assinantes ainda podem receber mudinhas de hortaliças todo mês, ou um pouco do composto orgânico gerado para utilizar em seus jardins e hortas.

Quem pode participar do Projeto Compostar?

site do Projeto Compostar explica que residências, escritórios e restaurantes podem participar dessa iniciativa através de planos mensais de valor reduzido, conforme seu tamanho.

Abaixo explicamos mais detalhes em cada modelo:

Residências

As residências, sejam casas comuns, em condomínios ou apartamentos, podem participar do projeto. Elas recebem um baldinho e uma sacolinha para armazenar os resíduos orgânicos separados, que são coletados na própria casa.

Se as pessoas vivem em condomínios ou prédios de apartamento, os baldinhos podem ser deixados em lixeiras e áreas de coleta de lixo durante o horário comercial e são esvaziados pelo próprio Projeto Compostar, deixando uma sacolinha nova para você continuar a separação.

Para residências, dependendo do tamanho de sua família, o período das coletas pode variar, conforme descrevemos abaixo no item falando sobre os planos.

Escritórios, restaurantes e eventos

Escritórios e restaurantes também podem participar da iniciativa, ainda com o benefício de integrantes do Projeto Compostar realizarem a capacitação dos colaboradores, explicando sobre a importância da separação de resíduos e como cada pessoa deve fazê-la.

A empresa fornece bombonas plásticas com tampa e impermeáveis para o armazenamento, realizando a coleta no dia combinado conforme a necessidade de cada negócio, trocando esses recipientes por outros vazios e limpos, ajudando as empresas a se tornarem sustentáveis.

Quais os planos do Projeto Compostar?

Existem diferentes planos para coleta residencial conforme o tamanho de sua família, podendo ser:

  • coletas quinzenais para famílias de até 2 pessoas, no valor mensal de R$60
  • coletas semanais para famílias de 4 pessoas, no valor de R$75
  • coletas semanais para famílias com mais de 4 pessoas, no valor de R$95

Nesse modelo, as residências recebem ou 2 baldinhos, conforme o plano, recipiente para armazenar alimentos cozidos e restos de carnes, sacolinhas compostáveis, coleta de óleos usados, além de um manual com orientações.

Para escritórios e restaurantes, o valor do plano é calculado conforme cada necessidade específica, também recebendo os materiais citados acima, bombonas para armazenamento dos resíduos e um treinamento de equipe para que as pessoas saibam separar os materiais.

Por que escolher o Projeto Compostar ao invés da coleta gratuita do governo?

É interessante escolher o Projeto Compostar ao invés da coleta convencional exatamente pelo motivo que citamos acima: enviar esses materiais para aterros sanitários não é a alternativa mais inteligente, já que prejudica e polui o meio ambiente.

Ao optar pelo projeto, além de ajudar a natureza, os materiais ainda viram adubo, ajudam a gerar renda, criam empregos e reduz a demanda dos aterros já sobrecarregados da região de Brasília, que deveriam receber somente itens como fraldas, absorventes, papel higiênico usado e outros descartáveis.

Como me cadastro no Projeto Compostar?

Para se cadastrar no Projeto Compostar é muito simples. Acesse o site através desse link, escolha o plano ideal para sua residência ou empresa. Depois disso, você receberá um e-mail com todas as instruções.

Em sua casa ou empresa, o projeto entrega o kit para separação de resíduos e informará as datas de coleta.

O que deve ou não deve colocar no baldinho?

Você deve colocar nos baldinhos restos de alimentos crus e de outros alimentos como pães, bolos, borra de café, guardanapos de papel usados, sachês de chá, palitos de dente e outros itens que são explicados pelo projeto no manual, abrindo o recipiente uma vez ao dia para que os resíduos respirem e não criem pressão.

O que não é indicado colocar no baldinho são itens como alimentos cozidos, gorduras, restos de carnes ou ossos. Esses itens devem ser armazenados em outro saquinho fornecido pelo projeto, que bem fechado e guardado no congelador para ser colocado no baldinho somente no dia da coleta, impedindo o mau cheiro e o aparecimento de bichinhos.

Com todas essas informações ficará muito mais fácil para sua residência, empresa ou restaurante contribuir para o descarte correto de materiais orgânicos, ajudando o meio ambiente.

Conheça o PDV para delivery e sua importância

Voltando nossa atenção agora para restaurantes, especialmente os que atendem no modelo delivery, existe um termo chamado PDV para delivery. Ele faz parte do fluxo de trabalho de empresas que buscam estratégias para uma gestão mais eficiente, encontrando também muitos outros benefícios.

A sigla PDV significa “ponto de venda”, geralmente relacionado ao ponto físico de venda de um estabelecimento. Quando falamos em PDV para delivery, esse termo está relacionado a um sistema ou software que auxilia o restaurante a organizar seu fluxo e trabalho, captar os pedidos e coordenar as entregas delivery.

Existem empresas como o iFood que realizam esse trabalho, mas que muitas vezes cobram taxas e porcentagens que não são tão vantajosas para os restaurantes. Assim, surgem várias soluções de programas para computadores que realizam esse serviço.

Esse PDV para delivery ajuda no fluxo de trabalho do restaurante em diferentes áreas, como:

  • Permite criar cardápios digitais
  • Captar os pedidos dos clientes através de chats no WhatsApp, Facebook e Instagram
  • Oferecem atendentes virtuais que realizam o atendimento sem a necessidade de um humano fazendo esse processo
  • Organiza a fila pedidos, armazenando informações dos clientes em um banco de dados seguro
  • Permite repassar os pedidos para a cozinha, agilizando o processo e até imprimindo as solicitações automaticamente em sua impressora térmica
  • Faz gestão dos clientes e permite criar estratégias de relacionamento e de vendas, como planos de fidelidade e cupons de desconto
  • Ajuda no cálculo correto das taxas de entrega considerando vários critérios
  • Oferece relatórios sobre seu negócio, facilitando a gestão da empresa em várias áreas, como no fechamento do caixa e na visão financeira da empresa

Assim, nota-se a importância desses sistemas de PDV de delivery para integrar as diferentes áreas do restaurante, diminuindo o tempo em que as tarefas são realizadas, reduzindo o quadro de colaboradores e praticamente eliminando erros nesses processos.

Com isso, esses sistemas impactam diretamente na produtividade e na lucratividade do negócio, trazendo outros benefícios como uma redução no tempo de entrega, maior satisfação e fidelização dos clientes.

Ainda que pareça uma solução complexa, um PDV de delivery funciona de forma prática através de painéis intuitivos que facilitam a operação do negócio e todo o fluxo de trabalho.

Existem soluções como a Anota AI que oferece planos mensais com valores acessíveis para que donos de restaurantes delivery tenham acesso a todos esses benefícios de forma segura e prática, ajudando nas tarefas diárias e ainda aumentando a lucratividade.

O que você viu até aqui?

Nesse artigo, primeiramente falamos sobre o Projeto Compostar, uma alternativa para a região de Brasília que permite que residências, escritórios e restaurantes contribuam diretamente com a preservação do meio ambiente, fazendo uma gestão correta de resíduos orgânicos.

Também citamos como um PDV para delivery ajuda em uma gestão otimizada de restaurantes que atuam nessa modalidade, trazendo diferentes benefícios para o negócio.

Para conhecer mais sobre essa solução, acesse o site da plataforma da Anota AI, para conhecer todos os detalhes completos desse sistema de gestão e planejar corretamente o funcionamento de seu restaurante!

Se cadastre agora e tenha acesso a 7 dias de teste gratuito, aproveitamento todas as vantagens que ela oferece. Conheça os diferentes planos com os preços mais competitivos do mercado e tire todas suas dúvidas!

Compartilhe o conteúdo nas redes sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer automatizar o Whatsapp do seu delivery?

Cadastre-se agora no formulário

Funcionalidades da Anota AI

Histórias de Sucesso

Teste a Anota AI sem pagar nada

Faça o seu cadastro para testar a Anota AI!